14 Efeitos Colaterais do Alho

Publicado em 08/04/2020
14 Efeitos Colaterais do Alho

O alho (Allium sativum) é um vegetal com sabor forte e pungente, usado como agente aromatizante na culinária indiana e brasileira. Este medicamento herbal tem inúmeros benefícios à saúde. No entanto, o consumo excessivo de alho tem sido associado a alguns efeitos colaterais. Estes incluem danos no fígado, náusea, vômito, azia, diarréia e sangramento. Neste artigo, discutimos os possíveis efeitos colaterais do alho. Clique em “Leia Mais” para mais informações.

Quais são os efeitos colaterais do alho?

 

1. Pode causar danos ao fígado

O consumo excessivo de alho pode afetar o fígado. Embora o alho cru tenha potencial antioxidante, o consumo excessivo pode levar à toxicidade hepática. 

 

De acordo com estudos em ratos, o alho em doses elevadas (0,5 gramas por kg de peso corporal) pode induzir danos no fígado. No entanto, baixas doses de alho (0,1 a 0,25 gramas por kg de peso corporal) diariamente são seguras para o fígado.

 

2. Pode causar mau odor

 

De acordo com um relatório italiano, o hálito e o odor corporal do alho foram dois dos efeitos adversos mais comuns associados ao alho. A falta de higiene pessoal não é a única causa do odor corporal, pois o consumo de alho também pode resultar nele.

 

Verificou-se que o odor do alho permanece na boca muito tempo após a escovação. Certos especialistas acreditam que os produtos químicos no alho que contribuem para o mau hálito são os mesmos que também lhe trazem benefícios. 

 

No entanto, o mau hálito pode ser embaraçoso. Portanto, você provavelmente precisará pensar duas vezes antes de consumir alho. Você também pode tomar precauções e usar um spray ou balinha refrescante na boca.

 

3. Pode causar náusea, vômito e azia

 

Evidências anedóticas sugerem que consumir bulbos de alho frescos com o estômago vazio pode causar náusea, vômito e azia. Alguns estudos observacionais também afirmaram que tomar alho por via oral pode causar azia e náusea. 

 

O consumo excessivo de alho também pode causar DRGE (doença do refluxo gastroesofágico) em alguns indivíduos. Mais pesquisas são necessárias para entender esse efeito colateral do alho.

 

4. Pode causar diarréia

Consumir alho fresco em excesso pode causar diarréia. O alho pode desencadear diarréia, pois pode causar gases.

 

5. Pode causar problemas gástricos

Um estudo japonês fala sobre produtos com alho com revestimento entérico (produtos revestidos com uma barreira de polímero para evitar a desintegração no ambiente gástrico). Esses produtos com alho, por ingestão, resultaram em vermelhidão da membrana mucosa gástrica. 

 

Os resultados sugerem que é preciso ter cuidado antes de usar alho e produtos relacionados, pois podem ter efeitos indesejáveis na saúde gástrica.

 

De fato, contra a crença popular, não há evidências que vinculem a ingestão de alho à prevenção do câncer gástrico.

 

6. Pode baixar demais a pressão arterial

O alho pode diminuir a pressão arterial. Mas se você já estiver tomando medicamentos para pressão alta, pode levar à hipotensão (pressão arterial baixa). 

 

O alho suplementar também demonstrou níveis mais baixos de pressão arterial.

 

Portanto, tomar suplementos de alho pode ser uma má idéia quando você já está tomando medicamentos para pressão arterial. Tomar alho pela boca também pode reduzir modestamente a pressão arterial.

 

7. Pode agravar o sangramento

O alho pode aumentar o risco de sangramento. Portanto, não deve ser tomado junto com medicamentos para afinar o sangue, como a varfarina.

 

Isto é verdade especialmente no caso de alho fresco. Também é melhor parar o consumo de alho pelo menos 7 dias antes de uma cirurgia programada. 

 

O alho tem efeitos antiplaquetários e pode aumentar o sangramento durante a cirurgia..

 

8. Pode induzir a transpiração

De acordo com alguns estudos, o alho também pode causar sudorese profusa em certos indivíduos. No entanto, precisamos de mais pesquisas a esse respeito.

 

9. Pode causar tontura

O consumo excessivo de alho pode causar tonturas. O mecanismo por trás dessa ação ainda está para ser estudado.

 

10. Pode causar eczema ou erupções cutâneas

O contato prolongado com o alho pode causar irritação na pele. Algumas enzimas específicas no alho podem levar a essa irritação. Conforme evidências anedóticas, o eczema também pode ser uma das condições que acompanham essa alergia.

 

De acordo com um estudo, o manuseio frequente de alho para cozinhar pode levar a erupções cutâneas.

 

11. Pode reagir com certos medicamentos

De acordo com um estudo, verificou-se que o alho reage com medicamentos, como clorpropamida, fluindiona, ritonavir e varfarina.

 

12. Pode causar dor de cabeça

 

Alho, especialmente quando tomado em sua forma bruta, pode desencadear enxaquecas. Embora não cause diretamente uma dor de cabeça da enxaqueca, ele ativa o processo responsável por isso.

 

Embora a razão exata para isso não seja clara, alguns especialistas acreditam que isso pode envolver o nervo trigêmeo - a principal via de dor no corpo. 

 

Tomar alho pode estimular esse nervo a liberar moléculas de sinalização neuronal chamadas neuropeptídeos que correm para a membrana que cobre o cérebro e causam dores de cabeça.

 

13. Pode agravar a infecção por fungos (Vaginais)

O dente de alho pode irritar o tecido sensível da vagina. Em alguns países, as mulheres inserem dentes de alho nas vaginas como remédio para tratar infecções vaginais por leveduras. Isto não é recomendado.

 

14. Pode causar alterações na visão

Verificou-se que a ingestão excessiva de alho pode levar a uma condição chamada hifema, que se refere ao sangramento dentro da câmara ocular - o espaço entre a íris e a córnea. Tomar grandes doses de alho, um anticoagulante, pode causar ou agravar o hifema. Hifema também pode causar perda permanente da visão.

 

Evidências anedóticas sugerem certos outros efeitos colaterais do alho também. Excesso de ingestão pode causar perda de apetite. A sobredosagem com alho pode levar a hematomas nos rins (inchaço do sangue coagulado nos tecidos dos rins), queimaduras químicas na boca e reações alérgicas com risco de vida.

 

O alho também pode causar uma condição chamada pênfigo, uma doença auto-imune.

 

Existe uma lista de alimentos que podem causar efeitos colaterais se ingeridos juntamente com o alho. Abordamos na seção a seguir.

 

O que você deve evitar ao tomar alho?

É melhor evitar o consumo de certos alimentos com alho para evitar os efeitos colaterais. 

 

Esses incluem:

 

dente de alho

Gengibre

Castanha da Índia

trevo vermelho

Açafrão

Salgueiro

pimento

Álamo

 

Por fim…

O alho é um ingrediente comum na culinária indiana, com várias propriedades medicinais. No entanto, o consumo excessivo de alho pode causar efeitos colaterais graves, como náusea, vômito, azia, problemas gástricos e sangramento. 

 

Portanto, consuma alho em quantidades pequenas nos alimentos. Se você é facilmente suscetível a alergias, consulte seu médico antes de consumir alho.

 

Perguntas ao Especialista

Quanto tempo o alho permanece no seu sistema?

 

O alho permanecerá no seu sistema de 24 a 48 horas. Especiarias como alho são excretadas pelo suor e pelo sistema digestivo.

 

Por que meu estômago dói quando como alho?

 

O alho é rico em frutanos. Evidências anedóticas sugerem que isso pode causar dificuldade na digestão em alguns indivíduos. Pode levar a dores abdominais, inchaço e gases em algumas pessoas.

 

O alho eleva os níveis de pressão arterial?

 

Não há pesquisas para apoiar que o alho possa elevar os níveis de pressão arterial.

 

O alho induz o parto em mulheres grávidas?

 

Não há pesquisas para afirmar o mesmo. No entanto, as mulheres grávidas podem consultar seu médico antes de comer alho.


 

É isso….Obrigado por ficar até aqui. Compartilhe este artigo e confira outros artigos abaixo que possa interessar você:

 

8 mitos sobre gordura e colesterol nos alimentos

 

Castanha de Caju: 13 benefícios importantes para sua saúde

 

Noz Moscada: Benefícios e efeitos colaterais