Amendoim: 9 benefícios para melhorar sua saúde

Publicado em 27/03/2020
Amendoim: 9 benefícios para melhorar sua saúde

O amendoim (Arachis hypogea) é rico em nutrientes essenciais com vários benefícios à saúde. Eles são conhecidos por terem se originado na América do Sul e geralmente são consumidos torrados, como manteiga, ou em sua forma bruta. Amendoins são ricos nutricionalmente falando. Eles contêm todos os 20 aminoácidos, sendo os mais abundantes a arginina que estimula o sistema imunológico. O amendoim pode proteger contra doenças cardiovasculares, diabetes e câncer, entre outras condições. Neste artigo, discutimos os possíveis benefícios à saúde do amendoim, seu valor nutricional e os possíveis efeitos colaterais que eles podem causar.

Quais são os benefícios de saúde do amendoim?

Os amendoins estão repletos de importantes nutrientes, antioxidantes e ácidos graxos. Estes promovem a saúde do coração através da regulação dos níveis de colesterol. Eles também ajudam no tratamento do [diabetes]. Os antioxidantes no amendoim também podem ajudar a reduzir o risco de câncer.

 

1. Pode promover a saúde do coração

 

Em um estudo realizado com 76.464 mulheres, as pessoas que ingeriram amendoim regularmente apresentaram menor risco de morte por doença cardíaca.

 

O amendoim pode diminuir os níveis de colesterol ruim (LDL). O mau colesterol leva ao desenvolvimento de placas nos vasos sanguíneos, e o amendoim pode impedir isso.

 

Estudos em animais também afirmam que o amendoim pode reduzir a inflamação que pode causar doenças cardíacas.

 

O resveratrol no amendoim também pode ajudar a combater doenças cardíacas. O amendoim parece ter efeitos cardioprotetores semelhantes aos de outros alimentos que contêm resveratrol.

 

A ingestão regular de amendoim também reduz os triglicerídeos, promovendo ainda mais a saúde do coração. Esse efeito pode ser atribuído à presença de ácidos graxos monoinsaturados, folato e magnésio.

 

Em outro estudo, os amendoins foram encontrados para aumentar os níveis de bom colesterol. Porém, mais estudos são necessários para entender esse mecanismo.

 

2. Pode ajudar na perda de peso

 

É importante notar que o amendoim é muito rico em calorias. Portanto, eles são recomendados para serem ingeridos com moderação.

 

Amendoins são alimentos densos em energia. Comer como um lanche pode fazer você consumir menos calorias no final do dia.

 

Comparado a comê-los com uma refeição, os amendoins suscitaram sentimentos mais fortes de satisfação quando consumidos como lanche. Isso pode eventualmente ajudar com a perda de peso.

 

A inclusão de amendoim na dieta é uma maneira de melhorar a palatabilidade e a ingestão de nutrientes sem causar ganho de peso.

 

A pesquisa também mostra que o consumo de amendoim e manteiga de amendoim pode aumentar a sensação de saciedade. Estes poderiam satisfazer as pessoas melhor do que lanches de carboidratos em quantidades iguais.

 

3. Pode baixar os níveis de açúcar no sangue

 

O amendoim tem uma pontuação de IG de 14. Em uma escala de 100 pontos, enquanto o IG de amendoim é 14, a GL (carga glicêmica, que indica o que um determinado alimento fará com seus níveis de açúcar) é de apenas 1.

 

Isso significa que adicionar amendoim ou manteiga de amendoim a uma refeição não aumenta os níveis de açúcar no sangue. Incluí-los junto com uma refeição rica em GL (como copo de suco) pode estabilizar os níveis de açúcar no sangue. 

 

A American Diabetes Association nomeia amendoim como um super alimento para diabetes.

 

A fibra do amendoim também ajuda a baixar os níveis de açúcar no sangue. Eles também contêm magnésio e outros óleos saudáveis que desempenham um papel nesse aspecto.

 

Consumir amendoim ou manteiga de amendoim logo de manhã pode controlar os níveis de açúcar no sangue ao longo do dia. Este efeito foi estudado em mulheres obesas. Uma maior ingestão de amendoim e manteiga de amendoim pode ajudar a reduzir o risco de diabetes tipo 2 em mulheres.

 

A ingestão diária de uma dieta enriquecida com amendoim por 24 semanas pode melhorar os parâmetros de saúde em pacientes com diabetes tipo 2. O rico valor nutricional do amendoim é responsável por isso, que inclui gordura monoinsaturada, fibra, arginina, niacina, folato e vitamina E.

 

4. Pode impedir cálculos biliares

 

O consumo de amendoim está associado a um risco reduzido de cálculos biliares. Homens que consomem cinco ou mais unidades de nozes (incluindo amendoim) por semana apresentaram menor risco de doença da vesícula biliar.

 

Mulheres que consomem cinco ou mais unidades de nozes por semana tiveram um risco reduzido de colecistectomia (remoção da vesícula biliar).

 

5. Pode reduzir o risco de câncer

 

A alta ingestão de amendoim (incluindo outras nozes) tem sido associada a um risco reduzido de câncer colorretal. As isoflavonas, o resveratrol e o ácido fenólico no amendoim têm propriedades anticâncer.

 

A ingestão de amendoim também está associada a um risco reduzido de câncer de mama na pós-menopausa.

 

Também foi encontrado amendoim para prevenir câncer de estômago e esôfago entre adultos americanos mais velhos. Quando comparações foram feitas, indivíduos que não consumiram nozes ou manteiga de amendoim tiveram o maior risco desses cânceres.

 

No entanto, existe uma preocupação com relação ao amendoim e ao câncer. O amendoim pode estar contaminado com aflatoxinas, uma família de toxinas produzidas por certos fungos. Essas toxinas podem aumentar o risco de câncer de fígado se você não comer com moderação.

 

Você pode reduzir esse risco comprando amendoins apenas de grandes marcas comerciais. 

 

Descarte os amendoins que parecem descoloridos, enrugados ou mofados, pois são altamente suscetíveis de serem contaminados. Consumir amendoim de uma marca orgânica confiável também reduz o risco de contaminação.

 

6. Pode promover a saúde da pele

 

De acordo com evidências anedóticas, o consumo de amendoim pode proteger a pele de queimaduras solares e danos. Vitamina E, magnésio e zinco nos amendoins podem combater bactérias e ajudar a pele a brilhar.

 

O beta-caroteno, um antioxidante disponível no amendoim, pode ajudar a melhorar a saúde da pele. No entanto, a pesquisa nesse aspecto é limitada.

 

7. Pode tratar a disfunção erétil

 

O amendoim é rico em arginina, um aminoácido essencial. A arginina tem sido estudada extensivamente como um possível tratamento para a disfunção erétil.

 

São necessárias mais pesquisas para entender se a arginina sozinha pode ajudar no tratamento da disfunção erétil. Porém, estudos confirmam que a administração oral desse aminoácido em combinação com um suplemento de ervas (chamado picnogenol) pode melhorar a disfunção erétil.

 

8. Pode aliviar sintomas da síndrome do ovário policístico

Há pouca pesquisa a esse respeito. Evidências anedóticas sugerem que o amendoim pode ajudar a tratar a SOP, pois contém gorduras monoinsaturadas. Algumas pesquisas afirmam que uma dieta rica em gorduras pode ajudar a melhorar o perfil metabólico de mulheres com SOP.

 

9. Pode aumentar o crescimento do cabelo

 

Faltam pesquisas científicas ligando o amendoim ao crescimento do cabelo. Como o amendoim contém todos os aminoácidos e proteínas, pode ser uma boa suplementação a uma dieta para o crescimento do cabelo.

 

Se você estiver procurando tratamentos específicos para queda de cabelo, consulte seu médico.

 

O amendoim está repleto de nutrientes. Eles são nutricionalmente densos e saudáveis. Na seção a seguir, veremos o valor nutricional do amendoim.

 

Qual é o valor nutricional do amendoim?

De acordo com o Departamento de Agricultura dos EUA, 100 gramas de amendoim contêm:

 

567 calorias de energia

25,8 g de proteína

8,5 g de fibra alimentar

16,13 g de carboidratos

4,72 g de açúcares.

 

O amendoim é rico em ácidos graxos monoinsaturados e poliinsaturados que diminuem o risco de doença cardíaca. Eles também são abundantes nas proteínas essenciais à base de plantas. A dose diária recomendada (RDA) para proteínas em adultos é de 56 g para homens e 46 g para mulheres.

 

É importante que você cozinhe amendoins antes de consumi-los. Embora o amendoim cru seja nutricionalmente semelhante, eles podem levar ao risco de aflatoxina. 

 

Algumas pesquisas também mostram que o amendoim fervente aumenta seu conteúdo antioxidante. O amendoim cozido tem um aumento de duas a quatro vezes no seu conteúdo antioxidante de isoflavona.

 

Você pode ter amendoim cru se puder adquiri-lo de um vendedor confiável. No entanto, é melhor tomar precauções.

 

A maneira mais simples de comer amendoim é comer naturalmente (hahaha). Se você não gosta muito, tem diversas receitas na internet para você experimentar.

 

Como mais comer amendoins

Você pode adicionar amendoim cru ou cozido à sua salada da noite. Você também pode adicionar amendoins ao iogurte congelado e claro, no café da manhã.

 

Além disso, você também pode experimentar esta receita popular de amendoim.

 

Amendoim torrado com mel

 

O que você precisa:

 

2 colheres de sopa de manteiga

1/3 xícara de mel

¼ colher de chá de canela

1 colher de chá de extrato de baunilha

2 colheres de chá de sal (dividido)

1 quilo de amendoim cru

¼ xícara de açúcar granulado

 

Instruções:

 

1 - Prepare uma assadeira, forrando-a com papel alumínio. Pulverize esta folha com um spray de cozinha antiaderente.

2 - Pré-aqueça o forno a 160º C.

3 - Adicione todos os ingredientes (exceto os amendoins, açúcar e uma colher de sal) a uma tigela para microondas e leve ao microondas por cerca de 45 segundos até a manteiga derreter.

4 - Retire do forno. Mexa até obter um líquido suave.

5 - Adicione os amendoins a esta mistura líquida e mexa até que todos estejam revestidos.

6 - Despeje esses amendoins na assadeira e espalhe-os em uma camada uniforme.

7- Asse os amendoins por cerca de 20 minutos. Continue mexendo a cada 5 minutos para evitar queimar.

8 - Quando os amendoins estiverem dourados, retire do forno e mexa novamente. Isto é para distribuir o mel na assadeira.

9- Polvilhe o açúcar granulado e a colher restante de sal e mexa novamente.

10 - Deixe os amendoins esfriarem. Continue mexendo para evitar aglomerações.

11- Depois que esfriarem completamente, coloque-os em um recipiente hermético e guarde em temperatura ambiente para uso posterior.

 

O amendoim torrado com mel pode ser uma adição maravilhosa à sua dieta. Mas antes de começar a comer amendoins, é melhor estar ciente dos possíveis efeitos colaterais que eles podem causar.

 

Quais são os efeitos colaterais do amendoim?

O amendoim pode causar reações alérgicas em algumas pessoas devido à presença de duas proteínas - arachin e conarachin. O consumo de quantidades excessivas dessas leguminosas também leva a alguns efeitos adversos. O envenenamento por aflatoxina é outro efeito colateral grave do amendoim.

 

Intoxicação por Aflatoxina

Como discutido, a possível contaminação por aflatoxina é motivo de preocupação. O envenenamento grave por aflatoxina pode causar câncer e insuficiência hepática. 

 

Ocorre em produtos alimentícios armazenados em condições que promovem o crescimento de fungos. Você pode evitar isso mantendo a umidade e a temperatura baixas enquanto armazena amendoins.

 

Pode causar alergias

O amendoim pode causar alergias potencialmente fatais em alguns indivíduos. Se você desenvolver uma resposta alérgica, por favor visite seu médico imediatamente.

 

Pode inibir a absorção de ferro

O amendoim contém fitatos, compostos conhecidos por inibir a absorção de ferro. Consumir amendoim com ácido ascórbico (vitamina C) pode ajudar a superar isso.


 

Por fim...

Amendoins estão recheados com aminoácidos e vitaminas. Um punhado (cerca de 15) deles por dia pode melhorar sua saúde. Eles são fáceis de adicionar à sua dieta e podem fazer parte de diversos pratos deliciosos.

 

Mas é importante ter cuidado com seus efeitos adversos. Seja extremamente cautelosona hora de comprar. De preferência, já compre o amendoim cozido. 

 

Se você é propenso a alergias alimentares, consulte o seu médico antes de consumir amendoim.

 

Compartilhe este artigo e até o próximo! Abaixo estão outros artigos que você possa se interessar:

 

10 Alimentos Ricos em Proteínas para Vegetarianos

 

Os 7 benefícios das semestes de chia

 

Azeite de Oliva: 11 benefícios para saúde