Castanha de Caju: 13 benefícios para melhorar sua saúde

Publicado em 30/03/2020
Castanha de Caju: 13 benefícios para melhorar sua saúde

Tecnicamente, as castanhas de caju não são castanhas. São as sementes da árvore perene Anacardium occidentale que é nativa do Brasil. As castanhas de caju são populares como aperitivos e são usadas para fazer molhos, assados, leite vegano e manteiga. A castanha de caju é rica em nutrientes e rica em gorduras saudáveis, proteínas, vitaminas e minerais essenciais necessários para o funcionamento saudável do corpo. A ingestão de algumas castanhas de caju por dia pode ajudar a reduzir a pressão sanguínea, ajudar na perda de peso e prevenir doenças cardíacas. Vamos dar uma olhada no valor nutricional das castanhas de caju, seus vários benefícios à saúde, efeitos colaterais e precauções necessárias.

Valor Nutricional da Castanha de Caju

 

A castanha de caju é considerada um dos alimentos mais nutritivos do mundo, apesar de ser rica em calorias e pobre em fibras, pois é rica em gorduras, vitaminas e antioxidantes saudáveis. Elas contêm muitos ácidos graxos essenciais que são benéficos para o corpo.

 

28 gramas de castanha de caju contém 157 calorias, 8,5 g de carboidratos, 5,1 g de proteína, 12,4 g de gordura, 0,3 mg de vitamina E, 9,5 mcg de vitamina K, 0,1 mg de vitamina B6, 10,4 g de cálcio , 3,4 mg de sódio, 187 mg de potássio, 83 mg de magnésio e 7 µg de folato.

 

Como as castanhas de caju contêm tantos nutrientes surpreendentes, elas têm o objetivo de fornecer uma série de benefícios à saúde. Confira abaixo.

 

1. Melhora a saúde do coração

Em comparação com outras nozes, como nozes e amêndoas, o caju é pobre em gordura e colesterol e rico em outros nutrientes.

 

De fato, elas são ricas em fitoesteróis, compostos fenólicos e ácido oleico. Assim, pode ser extremamente benéfico para o coração. Um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition recomenda ingerirmos todos os tipos de nozes - incluindo castanha de caju - em doses baixas à sua dieta diária, pois pode prevenir doenças cardíacas isquêmicas e doenças cardiovasculares.

 

O consumo regular de gorduras insaturadas saudáveis, como ácidos graxos monoinsaturados e poliinsaturados (MUFA e PUFA), pode prevenir doenças cardiovasculares mesmo em pessoas que sofrem de diabetes. Esses ácidos graxos são encontrados em abundância nas castanhas de caju. A chave é consumí-las com moderação, pois o caju é rico em calorias.

 

Uma metanálise de 14 estudos descobriu que o risco de doença cardíaca coronária é 37% menor em pessoas que consomem as castanhas mais de quatro vezes por semana em comparação com aquelas que nunca ou raramente as consomem. No entanto, essa alegação precisa ser validada experimentalmente.

 

2. Reduz a pressão arterial elevada

As castanhas de caju são ricas em gorduras e minerais não saturados saudáveis, como magnésio, potássio e L-arginina.

De acordo com um estudo de 12 semanas realizado com indianos asiáticos com diabetes tipo 2, o consumo de castanha de caju pode reduzir a pressão arterial sistólica e aumentar o HDL (bom) colesterol sem afetar negativamente o peso corporal, a glicemia ou outras variáveis lipídicas.

 

O caju também contém um aminoácido chamado L-arginina. A L-arginina pode ajudar a reduzir a pressão arterial, pois é um precursor do óxido nítrico (NO), que é um vasodilatador.

 

3. Pode aumentar sua imunidade

 

As castanhas de caju são ricas em zinco. O zinco é um composto que estimula o sistema imunológico que é vital para processos celulares básicos, como divisão celular, transcrição e regulação. 

 

Também desempenha um papel em certos processos imunológicos, como produção de citocinas e fagocitose. A ingestão regular de cajus pode ajudar a alcançar a dose diária recomendada de zinco.

 

4. Uma excelente fonte de antioxidantes

As castanhas de caju são consideradas saudáveis, pois são ricas em antioxidantes, como os tocoferóis. Os tocoferóis ajudam a eliminar os radicais livres e protegem nossas células dos danos celulares causados pelo estresse oxidativo.

 

O leite de caju contém esteróis vegetais, antioxidantes naturais que ajudam a fortalecer o sistema imunológico e a prevenir o aparecimento de doenças crônicas.

 

5. Pode impedir cálculos biliares

 

O consumo frequente dessas castanhas pode reduzir o risco de desenvolver cálculos biliares. Os cálculos biliares são depósitos duros de colesterol e outros minerais. Como o caju tem a capacidade de diminuir o colesterol, eles também podem ajudar na prevenção da formação de cálculos biliares. 

 

No entanto, não há evidências científicas para provar o mesmo.

 

Um estudo realizado pela Harvard Medical School e pelo Brigham and Women's Hospital descobriu que mulheres que comem 140 gramas de castanhas por semana têm um risco reduzido de colecistectomia (um procedimento cirúrgico para remover a vesícula biliar) do que mulheres que consomem menos de 28 gramas de castanha por semana.

 

6. Pode ser bom para a saúde da pele e cabelos

 

As castanhas de caju são ricas em antioxidantes, cobre, magnésio, ferro e selênio. Antioxidantes eliminam substâncias químicas nocivas e reparam os tecidos. Assim, eles ajudam a melhorar a saúde e a aparência da sua pele.

 

O cobre melhora a produção de elastina e colágeno. O colágeno é uma proteína estrutural integral responsável pela elasticidade da pele e do cabelo. 

 

A inclusão de alimentos que aumentam o colágeno, como a castanha de caju, em sua dieta diária pode ajudar a manter a pele brilhante e o cabelo saudável.

 

7. Pode ajudar a fortalecer os ossos

 

A castanha de caju é rica em proteínas e minerais como magnésio e cobre. O cobre ajuda a manter as articulações flexíveis, sintetizando colágeno. Também ajuda na formação dos ossos junto com o magnésio. Portanto, comer algumas castanhas de caju todos os dias pode ajudar a fortalecer seus ossos.

 

8. Pode impedir a degeneração macular

Os cajus contém zeaxantina e luteína, que são importantes antioxidantes. Xantofilas como zeaxantina e luteína aumentam significativamente o tempo de recuperação do pigmento macular, contraste cromático e fotoestresse. Assim, consumir cajus regularmente pode ajudar a manter os olhos saudáveis.

 

9. Pode ajudar no gerenciamento de perda de peso

 

As castanhas de caju, embora ricas em calorias, não aumentam o peso quando consumidas com moderação. Estudos realizados em 51.188 mulheres durante um período de 8 anos mostraram que a inclusão de nozes na dieta pode reduzir o risco de ganho de peso.

 

Existem várias hipóteses por trás dessa alegação, embora nenhuma evidência experimental esteja disponível.

 

Uma teoria sugere que, como as castanhas de caju são ricas em nutrientes e gorduras saudáveis que reduzem o colesterol, a pressão sanguínea e o risco de doenças cardíacas (fatores relacionados à obesidade), elas podem ser úteis no gerenciamento de peso por associação.

 

As castanhas de caju também reduzem a fome e nos satisfazem por mais tempo, impedindo que você coma compulsivamente.

 

10. Pode prevenir o câncer

De maneira geral, estudos demonstraram que o consumo regular de castanhas de caju reduz o risco de câncer. A castanha de caju é rica em compostos antioxidantes, como ácido anacárdico, cardanóis e cardóis, que podem ajudar a reduzir o risco de câncer.

 

Um estudo conduzido pelo Brigham and Women´s Hospital e pela Harvard Medical School descobriu que meninas adolescentes que comem nozes regularmente têm menor risco de desenvolver câncer de mama.

 

O inositol e o ácido anacárdico nas castanhas de caju podem ajudar a combater o câncer e aumentar as chances de sobrevivência, induzindo a parada e apoptose do ciclo celular e inibindo a proliferação e as metástases celulares.

 

11. Pode ajudar a gerenciar e prevenir o diabetes

 

Curiosamente, embora as castanhas de caju sejam ricas em calorias, elas foram relatadas para beneficiar pessoas com diabetes

 

Um estudo mostrou que o consumo a longo prazo de castanha de caju pode diminuir o risco de diabetes tipo 2, aumentando a glicólise e aumentando a captação de glicose. No entanto, recomenda-se consumir apenas 5 a 10 castanhas de caju por dia nesses casos.

 

O caju é livre de colesterol e tem sido relatado que diminui a pressão sanguínea e o colesterol em pessoas com diabetes.

 

A castanha de caju também é rica em polifenóis que podem ajudar a melhorar o microbioma intestinal e reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

 

12. Pode promover a saúde do nervo

Os ácidos graxos ajudam na formação e funcionamento das bainhas de mielina dos neurônios. Os ácidos graxos presentes nos cajus podem ajudar com o mesmo.

 

O caju também é uma rica fonte de magnésio. O magnésio ajuda a manter a função nervosa.

 

13. Reduz o risco de anemia

 

As castanhas de caju são ricas em ferro e cobre. Esses minerais são essenciais para o bom funcionamento do sistema circulatório. A deficiência de ferro é uma causa comum de anemia, e a incorporação de castanha de caju em sua dieta diária pode ajudar a evitá-la.

 

Não é fascinante a qualidade da castanha de caju para a sua saúde? Então, vamos ver como você pode adicioná-la à sua dieta.

 

Como comprar castanha de caju

Você encontra a castanha de caju em qualquer supermercado ou loja de produtos naturais. Felizmente hoje em dia também tem opções para compra online. 

 

A Natural Nuts é uma loja que recomendamos! 

 

Você vai encontrar a melhor castanha de caju torrada e salgada além de outras variedades de castanhas como a castanha de caju com chocolate 70% cacau, castanha de caju caramelizada, mix de castanhas, castanha do Pará e noz pecan caramelizada. 

 

Um lanche saudável e delicioso que você pode fazer a qualquer hora do dia.

 

Clique aqui para comprar online castanha de caju

Como comer castanha de caju da maneira saudável

O leite de caju é uma alternativa saudável e rica em nutrientes ao leite de vaca / búfalo. É popular entre veganos e pessoas que sofrem de intolerância à lactose. Como o caju contém muitos ácidos graxos essenciais, minerais, vitaminas e esteróis vegetais, você pode colher seus benefícios nutricionais consumindo leite de caju ou creme de caju.

 

O leite de caju, o creme de caju e a manteiga de caju são maneiras interessantes de aproveitar os benefícios potenciais à saúde dos cajus. Os produtos de caju são substitutos sem laticínios que podem ser usados em batidas e molhos para melhorar sua textura.

 

Os cajus podem ser consumidos crus ou assados, mas certifique-se de comer castanhas processadas. Elas não contêm toxinas prejudiciais.

 

Agora, vamos ver como fazer leite de caju e manteiga de caju.

 

I. Leite de caju

 

Você precisará

 

2 xícaras de castanha de caju

1 xícara de água

Um fino pano de musselina

 

Instruções

 

1 - Misture os cajus em um processador de alimentos e adicione água para obter a consistência desejada.

2 - Filtre o leite usando um pano de musselina limpo.

3 - Guarde o leite de caju na geladeira por uma semana.

4 - Agite bem antes tomar..

 

II Manteiga de Caju

 

Você precisará

 

2 xícaras de caju

1 colher de sopa de óleo de coco (derretido e esfriado levemente)

1/2 colher de chá de sal

 

Instruções:

 

1 - Asse os cajus por cerca de 10 minutos.

Deixe as nozes esfriarem completamente.

2 - Misture-os suavemente em uma consistência fina como manteiga.

3 - Você pode adicionar mel, baunilha ou outros sabores à manteiga de caju, de acordo com sua preferência.

 

Embora as castanhas de caju sejam deliciosas e ofereçam grandes benefícios à saúde, você também deve estar ciente de seus efeitos colaterais. Confira abaixo.

 

Efeitos colaterais dos cajus

Pessoas propensas a alergias devem consultar um médico antes de comer cajus. Sabe-se que o caju causa respostas imunológicas graves nesses casos.

 

O caju não processado deve ser consumido somente após a remoção da casca externa, pois contém óleo de urushiol, que é tóxico.

 

Os efeitos colaterais das castanhas de caju estão listados abaixo:

 

Pessoas com pedras nos rins: Pessoas com histórico de pedras nos rins devem ser cautelosas ao consumir castanha de caju, pois contêm oxalatos. O consumo excessivo de oxalatos pode impedir a absorção de cálcio e acelerar a formação de cálculos renais.

 

Alergia ao caju: as alergias às nozes causam reações como náusea, dor abdominal, inchaço da boca e dificuldade em engolir.

 

Anafilaxia: a pesquisa descobriu que uma reação extrema ao caju pode levar a uma condição fatal chamada anafilaxia. A anafilaxia é uma condição médica em que a pessoa desenvolve sintomas como inchaço da língua, dificuldade em respirar e engolir e perda de consciência.

 

Dermatite de contato: Foi relatada alergia extrema à pele manifestada por coceira na pele, inchaço e urticária devido ao contato com o óleo de casca de castanha de caju.

 

Desconforto gastrointestinal: as pessoas alérgicas ao caju podem apresentar sintomas como tosse, vômito e diarréia.

 

Dificuldades respiratórias: Se o consumo de castanha de caju provocar um nariz escorrendo ou problemas respiratórios, procure ajuda médica imediatamente.

 

Por fim...

As castanhas de caju estão cheias de gorduras e antioxidantes saudáveis e não têm colesterol. Elas promovem a saúde do coração e regulam várias funções do corpo.

 

A pesquisa relatou que a inclusão de nozes, especialmente castanha de caju, em sua dieta pode trazer muitos benefícios à saúde, incluindo perda de peso e controle do diabetes.

 

As castanhas de caju têm alguns efeitos colaterais quando consumidas em excesso. Se você tiver algum dos efeitos colaterais listados acima, consulte um médico antes de mudar sua dieta.

 

A maioria das pesquisas sobre castanha de caju foi feita em conjunto com outras nozes. Pesquisas focadas apenas nos benefícios à saúde da castanha de caju são necessárias.

 

Perguntas Frequentes sobre a castanha de caju

 

P. Quantas castanhas de caju posso comer por dia?

 

R. Recomenda-se uma média de 25 a 30 cajus (30 g) por dia. Comer mais do que essa quantidade pode causar efeitos colaterais, como dores de cabeça e inchaço.

 

P. O que os cajus fazem pelo seu corpo?

 

R. O caju é rico em muitos compostos que beneficiam o coração e o sistema circulatório. No geral, incluir nozes na sua dieta o torna saudável.

 

P. O que acontece quando você come muitos cajus?

 

R. Comer muitos cajus pode causar dor de cabeça e problemas estomacais, como vômitos, diarreia e inchaço.

 

P. As castanhas de caju aumentam o peso?

 

R. Apesar de ser denso em calorias, foi relatado que consumir quantidades limitadas de castanha de caju todos os dias para ajudar no controle do peso. A chave é consumir apenas algumas nozes regularmente para colher seus benefícios nutricionais.

 

P. Os cajus ajudam a dormir?

 

R. O caju é rico em gorduras insaturadas, que podem aumentar a serotonina. A serotonina é importante para ajudar você a dormir.

 

P. Qual é o melhor momento para comer castanha de caju?

 

R. O caju pode ser consumido a qualquer hora do dia. Eles reduzem a fome e são uma ótima opção de lanche

 

P. O caju é bom para os rins?

 

R. O caju possui muitos minerais e vitaminas essenciais que ajudam no bom funcionamento do nosso corpo, incluindo os rins. Pesquisas específicas sobre isso parecem ser limitadas.

 

P. Posso comer castanha de caju todos os dias?

 

R. É recomendável comer alguns cajus todos os dias devido ao seu rico valor nutricional e benefícios à saúde. No entanto, certifique-se de consumi-los com moderação. Não coma mais do que uma mão cheia por dia, pois eles são ricos em calorias e podem levar a alguns efeitos colaterais indesejados.

 

P. Os cajus fazem você ficar com gases?

 

R. O consumo excessivo de cajus pode fazer você se sentir inchado e com gases.

 

P. Os cajus causam dores de cabeça?

 

R. Geralmente, os cajus são seguros, mas algumas pessoas são alérgicas a eles. Nesses casos, o caju pode causar dores de cabeça.

 

P. De onde vêm as castanhas de caju?

 

R. As castanhas de caju são as sementes da planta de caju. Elas estão ligados à maçã de caju, que também é consumida por algumas pessoas. Elas são nativas aqui do Brasil, mas também são cultivados na Ásia e na África.


 

É isto! Compartilhe este artigo e confira mais artigos sobre benefícios e valor nutricional dos alimentos nesta categoria. Até o próximo artigo!