O que eu posso beber se estiver com diabetes?

Publicado em 18/12/2019
O que eu posso beber se estiver com diabetes?

Ter diabetes significa que você deve estar ciente de tudo o que come ou bebe. É crucial conhecer a quantidade de carboidratos que você ingere e como eles podem afetar o açúcar no sangue. A American Diabetes Association (ADA) recomenda bebidas com zero caloria ou com baixas calorias. A principal razão é evitar um aumento no açúcar no sangue. Escolher as bebidas certas pode ajudar você a: - evitar efeitos colaterais desagradáveis - gerenciar seus sintomas - manter um peso saudável

As 5 melhores bebidas

Seguro para beber:

- água

- Chá sem açúcar

- Café sem açúcar

- Suco de tomate

- Leite

 

Bebidas com zero ou com baixas calorias costumam ser a melhor opção na escolha de uma bebida. Espremer um pouco de limão na sua água é uma ótima dica para refrescar um pouco mais e manter a baixa caloria.

 

Lembre-se que tomar bebidas com mais calorias, como suco de vegetais ou leite, devem ser consumidas com moderação. 

 

Mesmo se você tiver em casa ou em um restaurante, aqui estão as melhores opções de bebidas caso você estiver com diabetes.

 

1. Água

Quando se trata de hidratação, a água é a melhor opção para pessoas com diabetes. Isso porque não aumentará seus níveis de açúcar no sangue. Níveis elevados de açúcar no sangue podem causar desidratação.

 

Beber água suficiente pode ajudar seu corpo a eliminar o excesso de glicose pela urina. O Instituto de Medicina recomenda que os homens bebam cerca de 13 xícaras por dia e as mulheres bebam cerca de 9 xícaras.

 

Se a água pura não lhe agrada, crie alguma variedade:

 

- adicionando fatias de limão ou laranja

- adicionando ervas saborosas, como hortelã, manjericão ou erva-cidreira

- framboesas frescas podem ajudar a melhorar o gosto de sua bebida

2. Chá

A pesquisa mostrou que o chá verde tem um efeito positivo na sua saúde geral. Também pode ajudar a reduzir a pressão arterial e a diminuir os níveis prejudiciais de colesterol LDL.

 

Algumas pesquisas sugerem que beber até 6 xícaras por dia pode diminuir o risco de diabetes tipo 2. No entanto, são necessárias mais pesquisas.

 

Se você escolhe chá verde, preto ou de ervas, evite adoçantes. Para um sabor refrescante, faça seu próprio chá gelado e adicione algumas fatias de limão para dar mais refrescância.

 

Se você não se importa com a cafeína em sua bebida, o chá verde pode ser uma ótima opção.

 

Você pode encontrar uma variedade de opções de chá online.

 

3. Café

Um estudo de 2012 descobriu que beber café pode ajudar a diminuir o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

 

Os pesquisadores descobriram que o nível de risco caiu ainda mais para as pessoas que bebiam 2 a 3 xícaras por dia. Isso também se aplicava às pessoas que bebiam 4 ou mais xícaras por dia.

 

Isso se aplica tanto aos cafés com cafeína quanto aos descafeinados; portanto, se a cafeína deixa você mais agitado, sinta-se à vontade para pegar uma xícara de café descafeinado.

 

Assim como o chá, é importante que seu café permaneça sem açúcar. A adição de leite, creme ou açúcar ao café aumenta a contagem total de calorias e pode afetar os níveis de açúcar no sangue.

 

4. Suco de vegetais

Enquanto a maioria dos sucos de frutas tem muito açúcar, você pode tentar suco de tomate ou uma alternativa de suco de vegetais. Faça uma mistura de vegetais de folhas verdes, aipo ou pepino com um punhado de frutas para um saboroso suplemento de vitaminas e minerais.

 

5. Leite desnatado

Produtos lácteos devem ser incluídos em sua dieta todos os dias. Os produtos lácteos contêm minerais úteis, mas acrescentam carboidratos à sua dieta. Sempre escolha versões sem açúcar, com pouca gordura ou desnatada do seu leite preferido.

 

Você deve limitar-se a 1 ou 2 copos por dia. Você também pode experimentar opções sem açúcar e sem laticínios, como nozes fortificadas ou leite de coco. Esteja ciente de que o leite de soja e arroz contém carboidratos, portanto verifique a embalagem.

 

As 5 piores bebidas

Bebidas para evitar:

- Refrigerante

- Bebidas energéticas

- Refrigerante diet

- Sucos de frutas açucarados

- Álcool

 

Evite bebidas açucaradas sempre que possível. Não só elas podem aumentar seus níveis de açúcar no sangue, mas também podem ser responsáveis por uma parcela significativa da ingestão calórica diária recomendada.

 

1. Refrigerante

Refrigerante ocupa o primeiro lugar na lista de bebidas a serem evitadas. Em média, pode-se consumir 40 gramas de carboidratos e 150 calorias.

 

Essa bebida açucarada também tem sido associada ao ganho de peso e cáries, por isso é melhor deixá-la na prateleira da loja. Em vez disso, procure água ou chá adicionando algumas frutas.

 

2. Bebidas energéticas

Bebidas energéticas também são ricas em cafeína e carboidratos. A pesquisa mostrou que as bebidas energéticas não apenas aumentam o açúcar no sangue, mas também podem causar resistência à insulina. Isso pode aumentar seu risco de diabetes tipo 2.

 

Muita cafeína pode causar agitação, aumentar sua pressão arterial e levar à insônia. Tudo isso pode afetar sua saúde geral.

 

3. Refrigerante diet

Adoçantes artificiais, como os encontrados no refrigerante diet, podem afetar negativamente as bactérias do seu intestino. Além disso, pode aumentar a resistência à insulina, o que pode causar ou piorar o diabetes. Mais pesquisas são urgentemente necessárias.

 

Um estudo de 2009 relacionou o aumento da ingestão de refrigerante diet com um risco de síndrome metabólica. Essa síndrome refere-se a um conjunto de condições, incluindo:

 

- pressão alta

- altos níveis de colesterol

- altos níveis de triglicerídeos

- aumento de peso

- níveis elevados de açúcar no sangue

 

Um estudo de 2016 confirmou que aqueles que bebiam refrigerantes diet aumentavam os níveis de açúcar no sangue e a circunferência da cintura.

 

4. Sucos de frutas açucarados

Embora o suco de frutas seja bom com moderação, os sucos açucarados podem adicionar uma quantidade alta de carboidratos à sua dieta. Isso pode causar estragos no açúcar no sangue e aumentar o risco de ganho de peso.

 

Se você tem um desejo por suco de frutas, certifique-se de pegar um suco 100% puro e sem adição de açúcar. Você também pode adicionar um ou dois respingos de seu suco favorito à água com gás.

 

5. Bebidas alcoólicas

Se você tem pressão alta ou danos nos nervos devido ao diabetes, o consumo de álcool piora essas condições.

 

Você deve verificar com seu médico para determinar se as bebidas alcoólicas são seguras para você beber. O álcool se transforma em açúcar, por isso aumenta o açúcar no sangue.

 

Um estudo de 2012 da Trusted Source descobriu que homens que bebiam bebidas alcoólicas tinham um risco aumentado de diabetes tipo 2.

 

No entanto, os resultados para as mulheres variaram, dependendo do alto consumo, mostrando um risco aumentado para pré-diabetes ou diabetes tipo 2, enquanto uma ingestão moderada de vinho teve um risco reduzido.

 

Alguns estudos demonstraram um efeito benéfico do vinho tinto na diabetes, embora a evidência permaneça incerta. Se você planeja tomar uma bebida alcoólica, o vinho tinto pode ser uma boa opção, pois possui algumas propriedades antioxidantes e possui baixo teor de carboidratos.

 

O consumo moderado de vinho tinto como parte de uma dieta saudável não promoveu ganho de peso e não aumentou nenhum efeito metabólico prejudicial em pessoas com diabetes tipo 2.

 

Mais pesquisas são necessárias para entender a relação potencial entre risco de diabetes e consumo de álcool.

 

Quando você estiver com sede, escolha a água sempre que possível. Chá sem açúcar e leite desnatado também são boas opções. Sucos naturais geralmente são bons com moderação.

 

Se você prefere uma bebida mais doce, tente adicionar fontes naturais, como ervas aromáticas, fatias de frutas cítricas ou algumas frutas vermelhas trituradas.

 

“[Gosto] de chá com adoçante artificial. É claro que a melhor bebida amiga para quem possui diabetes é a boa e velha água. ”

- Julinda Adams, vivendo com diabetes

 

"[Eu bebo] café gelado adicionando um pouco de canela e um pouco de leite sem gordura."

- Kim Champagne, vivendo com diabetes

 

Fonte: HealthLine